A visita de Mário Soares a Macau em 1990

mario-soares-visita-macau-1990-escudo-governo-portugues

A nove anos da transição de soberania de Macau, em 1990, como Presidente da República, Mário Soares, falecido em 7 de Janeiro de 2017 aos 92 anos, visitava Macau pela segunda vez “para tentar tranquilizar a população quanto ao seu futuro“, como dizia o editorial da edição especial da Revista Macau (Dezembro de 1990).

Veja as imagens, o editorial e palavras proferidas durante a visita:

(Fotografias de Agnelo Vieira)

mario-soares-visita-macau-1990-01

CONFIANÇA NO FUTURO

Editorial de Fernando Sales Lopes publicado na Revista Macau, edição de Dezembro 1990

O Presidente voltou a Macau ano e meio depois da histórica visita de Fevereiro de 1989 – a segunda de carácter oficial no decorrer do mesmo mandato. É, na verdade, o reafirmar, da “enorme atenção, interesse e carinho” que Macau merece para o actual Presidente da República.

Mário Soares trazia uma grande preocupação – tentar tranquilizar a população quanto ao seu futuro. O objectivo foi conseguido.

O Presidente reafirmou com a sua presença, com as suas palavras, que os milhares de quilómetros que separam Macau de Portugal, deixaram de ter significado. O responsável máximo da República pelos destinos do Território, está solidário com quantos aqui vivem, seguindo atentamente o seu pulsar e as preocupações das suas gentes.

Mário Soares quis deixar bem claro que, ao classificar Macau como um Desígnio Nacional, isso significava que tal é assumido por todos os órgãos de soberania, com especial destaque, como frisou em quase todas as suas intervenções, para a cooperação entre o Presidente da República e o Governo.

Não escondeu o Presidente que, apesar disso, muitas das vezes a visão que em Portugal se tem do Território é errada e distorcida, apelando aos portugueses de Macau para controlarem os seus actos e palavras de forma a estarem harmonizados “com o interesse nacional que aqui se joga e que deve ser colocado acima de tudo”.

Em Macau o Presidente deixou a grande mensagem – confiança no futuro.

E perante os desafios desse mesmo futuro é hora de todos, como o Presidente da República, podermos afirmar, um a um, “sou dos que acreditam no futuro de Macau”.

mario-soares-visita-macau-1990-08

“Macau é um território simultâneamente fascinante e complexo, não sendo de estranhar que, para alguns, se torne misterioso e por vezes incompreensível

O mistério e o fascínio resultam fundamentalmente da simbiose das diferentes etnias, culturas e religiões, que ao longo de séculos mutuamente se respeitam e sábio que a amizade povos tem sabido”. (M.S.)

mario-soares-visita-macau-1990-02

 

mario-soares-visita-macau-1990-03
Vista às obras de construção do aeroporto de Macau

“Tenho-me esforçado por fazer compreender aos portugueses a importância que tem na afirmação de Portugal no Mundo, sempre, reconheço, o tenho conseguido, havendo tendência para abordar com alguma ligeireza e pela óptica da política interna portuguesa ou dos interesses mesquinhos, os problemas de Macau – o que representa uma grande injustiça para Macau, além de um grave erro”. (M.S.)

mario-soares-visita-macau-1990-04
Brinde com Stanley Ho

“Sou dos que acreditam no futuro de Macau. Digo-o, claramente, ambiguidades, por ser a minha visão sincera e fundamentada e não para criar confiança e estabilidade entre os cépticos”. (M.S.)

mario-soares-visita-macau-1990-05

mario-soares-visita-macau-1990-09

“Os portugueses estão em Macau há quase cinco séculos, por forma pacífica e consensual, conseguindo criar no Território um estilo próprio, que se caracteriza pela tolerância e pelo permanente diálogo no cruzamento de culturas e de etnias diferenciadas, que coexistem harmoniosamente”. (M.S.)

mario-soares-visita-macau-1990-11
Mário Soares e Carlos D’Assumpção como presidente da Assembleia Legislativa
mario-soares-visita-macau-1990-13
Com Dom Domingos Lam, bispo de Macau

mario-soares-visita-macau-1990-10

“Confio no futuro de Macau e nas grandes virtualidades abertas ao Território pela Declaração Conjunta Luso-Chinesa. Saibamos, pois, estar à altura das responsabilidades que a história nos confiou, aproveitando as oportunidades que o bom entendi­mento entre Portugal e a China abre a Macau, neste momento tão exaltante e criativo da evolução do Mundo”. (M.S.)

mario-soares-visita-macau-1990-12
A esposa do Presidente, Maria de Jesus, à direita

 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s